SLIDE

Curso de moda + Mercado de Trabalho

Você pensa em seguir a carreira de moda? Ou está em dúvida e quer conhecer um pouco mais?  Para ajudar, fiz uma entrevista com a Patricia Pestana, 27 anos e cursou moda na faculdade Anhembi Morumbi, sendo que atualmente trabalha na área comercial.

A Patricia vai contar porque decidiu abraçar essa profissão, e ainda como funciona o curso, como é o mercado de trabalho e dar a sua opinião sobre alguns assuntos ligados à área.

Espero que a entrevista ajude a vocês que querem cursar moda ou conhecer um pouco mais da carreira.

Então vamos começar!

Patricia e a moda:

1) Porque você decidiu cursar moda? P: Na época do vestibular estava em dúvida entre prestar moda e outras opções. O que me atraiu e me fez optar pela moda foi o fato de ser um mercado onde existem varias áreas em que se pode atuar.

2) Defina o significado de moda. P: A moda tem um grande papel na sociedade. Ela reflete comportamentos, dita tendências, transmite personalidade e exterioriza a identidade e individualidade das pessoas.

Sobre o curso de moda:

1) No seu curso as matérias eram mais práticas ou teóricas? P: Na Anhembi existe o curso de negócios da moda e de design de moda, que foi o que eu cursei. No início do curso as matérias eram mais teóricas, mas nos últimos anos, são mais práticas. Principalmente no último ano, que é voltado para o TCC.

2) O curso de moda tem duração de quantos anos? P: 4 anos.

3) Você considera a grade currícular compatível com a realidade do mercado? P: Considero em partes, pois aprendemos várias coisas na faculdade, porém algumas que são mais importantes no mercado de trabalho não são tão desenvolvidas nas aulas como deveriam.  Talvez devessem aumentar a duração de algumas aulas mais significativas e diminuir de outras menos relevantes.

4) No seu ponto de vista, o estudante sai bem preparado da faculdade para exercer a profissão? P: Sinceramente a faculdade dá a base, te dá uma noção de como a profissão é de um modo geral, mas o esforço todo é do aluno. A Anhembi não ajuda a procurar estágios, por exemplo, o que dificulta a entrada no mercado de trabalho.

5) Quais são as habilidades que o aluno que pretende cursar moda precisa ter? É preciso ser criativo? Saber desenhar? P: Não é necessária nenhuma habilidade específica para o curso, e nem ser muito criativo, mas claro que se a pessoa já souber costurar, desenhar e for criativa ela tem pontos positivos, e se destacará, mas durante o curso você acaba aprendendo de tudo um pouco.

6) Qual foi a matéria que você mais se identificou no curso de moda ? Por que? E qual matéria você teve mais dificuldade? P: Me identifiquei com fotografia de moda, gostei muito da parte prática, e dos trabalhos que foram desenvolvidos nessa matéria, como editorias de moda, por exemplo. Tive um pouco de dificuldade com a parte de modelagem.

7) Quando você começou a faculdade, já sabia em qual das áreas que queria atuar? P: Não sabia ainda, achava muito bacana a parte de criação, mas durante o curso despertei interessse em outras áreas também.

8) Quando você estava na faculdade, conseguiu estagiar em moda? Se sim, o mercado têm muitas oportunidades? P: Estagiei durante um período curto, mas como falei anteriormente a Anhembi não ajuda nesta parte, o que prejudica o aluno. Em relação às oportunidades, existem muitos nichos na moda, porém com a crise atual está mais difícil de ingressar na área.

9) O que você acha importante para o estudante saber antes de cursar moda? P: Acho importante enfatizar que a carreira é bastante concorrida, não é tão luxuosa e fácil como algumas pessoas pensam, tem que trabalhar muito para se destacar e ser reconhecido, e entrar no mercado não é tão simples.

10) Quais são as faculdades mais conceituadas na área da moda no Brasil? P: As faculdades de moda mais conceituadas são a Santa Marcelina, o Instituto Europeu de Design (IED), a Anhembi Morumbi, a Belas Artes e o Senac.

Sobre o mercado de trabalho:

1) Quais áreas existem para trabalhar em moda? P: As áreas são muitas, personal stylist, consultor de moda, modelista, estilista, stylist, produtor de moda, fotógrafo de moda, editor de moda, entre outros.

2) Entre essas áreas qual (is) é/são mais procuradas? P: Acredito que uma das mais procuradas é a área de criação, como estilista por exemplo.

3) Existe alguma área que seja mais fácil para o profissional se colocar no mercado no ínicio de carreia? P: Uma área que carece de profissionais, e é interessante para quem esta iniciando no mercado é a área de modelagem.

4) Qual o salário médio de um profissional que inicia na área? P: A base do salário médio inicial é de R$1200,00.

5) O mercado de moda é muito concorrido? P: Sim, é bastante. E sinceramente se você conhecer alguém que já trabalha na área é mais fácil de ingressar no mercado.

Na sua opinião:

1) Qual é o estilista de moda que mais se destaca, na atualidade, no Brasil e no mundo? P: No momento eu diria que uma estilista brasileira que se destaca é a Martha Medeiros. E no mundo, eu diria que é o Christian Louboutin. 

2) Como você conceitua a moda hoje em dia? P: Conceituo a moda nos dias atuais como versátil, original e um ramo que tem dado oportunidades a muitas pessoas, como rendeiras, bordadeiras, que antes não eram tão reconhecidas por seus trabalhos artesanais, por exemplo.

3) O que seria para você uma pessoa que verdadeiramente se veste respeitando os conceitos da moda? P: Na minha opinião, na moda não existem muitas regras, a pessoa deve usar o que gosta e a faz sentir bem. Existem as tendências, que são seguidas por quem quer estar por dentro da moda, mas o mais importante é o estilo, onde cada um expressa seu individualismo.


Trabalho feito pela Patricia no seu TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), com o tema "Contraste por trás da arte barroca".

Espero que a entrevista tenha ajudado e esclarecido as dúvidas de vocês sobre a profissão de moda, que no meu ponto de vista deve ser muito inspiradora :).

Um super beijo ;*

4 comentários:

  1. Boa Matéria!Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Gostei da forma que a matéria foi escrita. A entrevistada também foi bem objetiva nas respostas.Continue assim,

    ResponderExcluir